Yo soy un hombre sincero...

27.3.07




quais são as chances de um boliviano vestido a caráter adentrar o T-7 às 10h30 da manhã? e, contra todas as probabilidades, começar a tocar no violão não carnavalito, mas a cubanita guantanamera?

e o que a estatística diz de, neste momento, o celular de um passageiro, cidadão honesto e pagador de seus impostos, tocar?

e o que dizer da hipótese de este telefonema encerrar uma proposta de trabalho?

como explicar pro possível empregador que tu não está fazendo um bico na rua da praia tocando uma flauta de bambu, mas sim dentro de um pacato ônibus, enquanto rola uma guantanamera furiosa ao fundo?

não aconteceu comigo, infelizmente.

mas a história é verídica e, disparado, a coisa mais engraçada que ouvi hoje.

1 comentários:

ticolina disse...

bah, que blogui fino esse, tem ateh patrocinio da AP para as fotos!! me abri.