19.3.08


não me recordo se já falei sobre isso aqui, estou ficando velha e esquecida a passos largos, outro dia mesmo rodrigo muzell e eu falávamos sobre isso de contar a mesma história várias vezes aos mesmos interlocutores, qual será o segredo, mudar de histórias ou de amigos? mas o que se espera dos amigos é compreensão e um balançar de cabeças respeitoso e divertido sobre a senilidade que se avizinha para todos nós, menos, talvez, para a mirella, que se não me engano, nem fez carteira de motorista.
mas vamos ao tema. com a idade, além do esquecimento, vem o saudosismo que traz a sensação de que bom mesmo era no meu tempo e isso se aplica muito para a televisão aberta. bom mesmo era xuxa de manhã ou o sérgio mallandro para os mais trash. bom mesmo era sessão da tarde com filmes anos 80 e não dr. dolittle, esqueceram de mim III ou o pestinha. bom mesmo era armação ilimitada em vez de malhação e bebê a bordo, a gata comeu e vale tudo no lugar de qualquer novela que rola hoje.
pois bem. em vez de chorar pelo guia da tv amarelado, imaginei que a globo poderia lançar um canal de tv por assinatura com essa proposta exclusivamente. só passar reprises. apenas reprises de novelas (em capítulos, evidentemente), filmes anos 70, 80, 90, seriados, minisséries... de sua própria lavra.
baixa audiência? foda-se. o custo dessa tv seria ínfimo. o que vier, é lucro.
o único trabalho seria contratar o tiozinho gordo que dá play nas fitas da rádio continental da pampa aqui em porto alegre, provavelmente a pessoa com mais experiência em reprisar velharias no mundo, e tocar ficha.
é uma idéia. e a record não pode copiar, que ela não tem arquivo.

2 comentários:

Maria Paula Letti disse...

genial! fala com a alice. :p

Caren Mello disse...

Uhu !! baixa audiência?? isso iria bombar !!!