madrugadão

26.4.06

vi uma propaganda da Aldeia SOS ontem de madrugada na tv. apareciam funcionários de diversas áreas cuidando de crianças. eis que, pelas tantas, vejo uma cara familiar, de jaleco e com todo jeito de fisioterapeuta, sorrindo e cuidando de um gurizinho.

a guria foi minha contemporânea no colégio. nunca fomos amigas nem colegas, mas tínhamos amigas em comum. na primeira semana de aula do 1º ano, fui surpreendida com a notícia de que ela queria me dar uma surra. tudo por causa de um cara que tinha ficado no dezembro anterior. ela era - e ainda deve ser - um toquinho de gente, mas deus sabe que sou uma banana, nunca na vida teria chance num embate. tentei argumentar que não sabia que ela gostava dele e talz. o argumento ganhou alguma consistência e escapei de levar uns sopapos gratuitos. aliás, como as gurias do santa inês gostavam de brigar de soco, coisa séria.

já se vão uns doze anos dessa história. nunca mais tinha visto a guria até a madrugada de ontem.

escolha a moral da história:

- publicitários aproximam pessoas

- adolescentes cruéis viram boas pessoas; bananas prosseguem bananas

- preciso tomar um remédio para dormir

8 comentários:

Lella disse...

quem tem tua perspicácia com as palavras não precisa de força. de qualquer maneira, a segunda opção é a melhor.

Marcio Cassol disse...

Ouça Britney Spears. Ouvi dizer que com a Júlia anda funcionando.

Anônimo disse...

saudade de ti, galega. vamos levar a preta para passear? beijo, maria paula

clarissa disse...

não dá, maria, minha filha entrou no cio e os rapazes estão loucos por ela.

Cássia disse...

Na verdade eu avisaria a mãe do gurizinho. Vai saber o que ela não faz quando se irrita com os pacientes...

:-p

Anna Martha disse...

Britney funciona mesmo.

Anônimo disse...

Best regards from NY!
» » »

Anônimo disse...

Enjoyed a lot! Italy flag floor mats Mercedes dearborn gullwing mercedes-benz alex Buy online tamiflu Bach flower essence how to mix http://www.how-to-refinance-1.info/Refinance7.html Big cock lots cum fact about high blood pressure