vem chegando o verão

27.10.05

dois eventos envolvendo picolés causaram um certo rebuliço (tá no Houaiss, tá no céu) no estado nesta semana.

ontem, o deputado dionilso marcon foi acusado de quebra de decoro parlamentar por causa de um picolé, de sabor por mim e pelo clicrbs ignorado. chupar sorvete não é proibido pelas normas da assembléia legislativa. o problema é que o picolé era fruto de um saque promovido por produtores de leite a uma empresa de logística em esteio – e quem haveria de dizer que há algo mais em esteio que a patrícia beche e a expointer?

o segundo picolé a chamar a atenção foi de sabor bem conhecido: chuchu. geraldo alckmin foi à federasul ontem palestrar a cerca de cem empresários gaúchos, que se apaixonaram perdidamente por ele. a corte foi breve, mas certeira. se às moças de outrora bastava prometer casa, conforto e segurança, ao pé do ouvido dos empresários Alckmin sussurrou as palavras mágicas juros “baaixoooos... redução de impoooostos... refoooooormas...”levou. o arrebatamento foi tamanho que um dos participantes fez uma proposta indecorosa: “se por uma desgraça o senhor não for candidato a presidente, não quer ser governador do rio grande do sul?” o picolé de chuchu fez gente lamber os beiços.

tanto destempero só pode ser por causa do verão.

3 comentários:

Emiliano disse...

Bah, afudê mesmo esse post.

Bibiana disse...

Hahhahaah...adorei teu blog, ex-chefa! Já adicionei nos favoritos! Bjão

muzell disse...

bota o haloscan pra comentar. e fala as palavras mágicas pro tiago, é muito tri. acho que o cara vira empresário e a federasul bota um chip na cabeça do cara - é só dizer "os juros tão altos" que todos começam a recitar a novena.