da aleatoriedade

29.10.05

minha carne e unha, alma gêmea, bate coração Larissa Magrisso ganhou uma rica orquídea de seu Rodrigo Muzell e teme pelos insetos que podem ter vindo de brinde. em especial, teme a cochonila, cujo aspecto permanecia um mistério. entrei no google e vi que a tal cochonila é um parasita. mas o intrigante foi encontrar em meio às imagens uma foto de millôr fernandes.

isso tudo foi desculpa para colocar meu nome na busca do google - e jogue o primeiro mouse óptico o nerd que nunca o fez. hum, por enquanto, decepcionante. algumas matérias que fiz, menções em blogs de amigos...

parece que as melhores clarissas barretos não sou eu. uma delas, venezuelana, reclama ao jornal correo del caroni que os caminhões-pipa não querem entrar na sua rua; outra é atuante artesã da paraíba e uma terceira gasta seus dias prestando concursos públicos.

opa, acho que ultrapassei. fui citada em um fórum de jogadores de RPG como "a midia nos diz uma coisa e publica outra, em outras palavras ameniza aki e mete o pau ali". certo que ganhei o troféu de "vida mais interessante de uma clarissa barreto citada no google 2005".

obrigada, obrigada.

3 comentários:

Seu Solon disse...

Clarissa.
A probabilidade da orquídea da Larissa ter sido contemplada com uma cochonilla branca é muito pequena. Vir com um Millor então, é quase nula.Mas, cuidado, estamos no Brasil onde tudo é possível. Se pela noite ela (a flor) der ares de uma inteligência em acenção (atenção revisores), ela veio com um Millor

Anônimo disse...

pq então naum colocar uma nota dizendo sobre o RPG? Não mostrar então os beneficios que traz o RPG?
Afinal, pq mostrar o lado ruim da coisa?
Pra dar ibope...é infelizmente...
Então o que nos resta é ficar de braços cruzados? talvez...Espero que alguem consiga fazer algo...sinceramente espero.

Larissa disse...

Tá bãcãninhãm o layout