super-ultra-motehrfucker new trend

14.4.08


vejo no caderno donna que todo mundo que é antenado e legal agora deixa o moinhos e vai morar no centro de porto alegre, onde os apartamentos são imensos, com pé direito enorme, janelões, banheiras de louça e salas que dá pra andar de bicicleta dentro.

graças aos céus, a minha vó - supervanguarda, já falei dela aqui - mora no centro desde que veio da agora pujante rio grande, em diversas partes, fernando machado, jerônimo coelho, duque de caxias, vigário josé inácio... e assim pude passar boa parte da infância neste bairro, que as pessoas só agora começam a dar o devido valor. até os motéis do centro - ou pelo menos um deles - ganhou uma cara decente. (reparem no adicional de R$ 5,00 por pessoa extra no quarto. morri).

o centro é fantástico: além de os apartamentos terem todas as vantagens acima citadas, têm a vista pro guaíba. tem o mercado público, com tudo fresquinho e os frios cortados bem fininhos, como eu gosto. tem os sebos. tem as lojas de fantasia e quinquilharias da senhor dos passos. tem o santander cultural, tem o margs e o bistrô. tudo lindo e fofo. pra não falar no pôr-do-sol, que não vou falar mesmo, que pôr-do-sol é tudo igual.


o problema do centro, claro, além do descaso dos governantes blábláblá whiskas sachê, é o povo. tira o povo dali. sei lá como. faz tudo ficar caro afu. enfia os camelôs no humaitá. quero ver se até as pombas não vazam.

4 comentários:

Alessandra disse...

" o problema do centro é o povo"?hummm... vou pensar sobre. hehhehe

sebastiao disse...

eu e a rafa procuramos muito apê para morar no centro. sei que seria um excelente investimento. é óbvio que aquilo deslancha de novo. só que qualquer apê legal tem um condomínio carésimo.

Gabriella disse...

já vi que se eu quiser morar com o nilo , vou precisar enfrentar o povo e as pombas, pelo menos até que alguém dê um jeito.

brigada clá

Emiliano disse...

No Rio, em Porto Alegre, em Belo Horizonte, até onde o Renato Gaúcho não jogou, tipo São Paulo:

• horário comercial >>> muito afudê
• noite >>> filme de zumbi

Isso que estraga.