do clube do ódio

28.12.05

detesto, odeio, quero matar quem diz que é eclético e gosta de tudo em música. é gente que se cadastra no almas gêmeas e diz que quer encontrar uma pessoa legal para curtir bons momentos; que tem carro tunado – aliás, é gente que usa esse termo a sério; gente que vai no rodízio de pizza pra comemorar aniversário de namoro e usa gravata de desenho animado. gente que diz que é eclética e gosta de tudo um pouco em música adora axé, pagode, sertanejo. haja.

ouvindo hoje um cd gravado no carro, percebi que o mp3 tem esse defeito, transforma pessoas normais em ecléticos em potencial. cabe muita música no cd, muito mais que a decência permitiria. começou com zé ramalho, passou por engenheiros do hawaii acústico, culminou com alceu valença, brilhando em ‘morena tropicana’.

alguém aí quer jantar na don vitto? quem comer mais não paga.

3 comentários:

Larissa disse...

Grava esse CD pra mim certo

Emiliano disse...

Comento: o CD começou mal e só foi melhorando. Se o próximo começar onde o primeiro parou, são megas e megas de alegria.

thielli disse...

Post em 2006 nem sinal, hein??